Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira ,23 de Setembro de 2016.

Décimo terceiro salário completou 50 anos



Memória Uma das mudanças na legislação trabalhista completou 50 anos na sexta-feira (13). Trata-se da lei que instituiu o 13º salário, garantido pela Lei nº 4.090, sancionada pelo então presidente da República, João Goulart (1919-1976), em 13 de julho de 1962.
 
Mais do que um “salário extra”, assegurado até na Constituição Federal, o benefício é considerado uma das principais molas da economia nacional.

O 13º pago em 2011 injetou R$ 118 bilhões na economia doméstica, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O percentual correspondeu a 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do ano passado e é 16% maior do que o volume “despejado” pelo benefício no exercício anterior (R$ 102 bilhões).
 
O número agrega os trabalhadores em atividade, aposentados, pensionistas e empregados domésticos. As megacifras para este ano ainda não foram calculadas pelas entidades, mas não há dúvidas de que o valor vai aquecer a economia a partir de novembro, quando a primeira parcela da gratificação é paga.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Crítica do TRT-4 a juiz: procedimento "arbitrário e ilegal, abdicando do respeito à lógica formal"

Um registro feito na página de notícias do saite oficial do TRT-4 (RS) há quase quatro anos (exatamente em 10.10.2012) - e reproduzido no mesmo dia pelo Espaço Vital - resume uma crítica a um próprio magistrado trabalhista gaúcho: "há flagrante abuso do poder regulamentar e manifesta ilegalidade, quando o juiz do Trabalho, com base em portaria por ele editada no âmbito da vara, restringe direito de advogado regularmente habilitado de ter seu nome em alvará judicial para o recebimento de valores oriundos de acordo homologado".

Feriado estadual no Rio Grande do Sul

A terça-feira (20) é feriado no Rio Grande do Sul. Evoca a Guerra dos Farrapos, ou Revolução Farroupilha foi como ficou conhecido o movimento de caráter republicano, contra o governo imperial do Brasil, na então província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Resultou na declaração de independência da província como estado republicano, dando origem à República Rio-Grandense. Estendeu-se de 20 de setembro de 1835 a 1º de março de 1845.
Assim, nesta terça-feira, excepcionalmente, o Espaço Vital não circulará. Retornaremos com nossa edição normal na próxima sexta-feira (23).