Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira , 24 de Junho de 2016.

Décimo terceiro salário completou 50 anos



Memória Uma das mudanças na legislação trabalhista completou 50 anos na sexta-feira (13). Trata-se da lei que instituiu o 13º salário, garantido pela Lei nº 4.090, sancionada pelo então presidente da República, João Goulart (1919-1976), em 13 de julho de 1962.
 
Mais do que um “salário extra”, assegurado até na Constituição Federal, o benefício é considerado uma das principais molas da economia nacional.

O 13º pago em 2011 injetou R$ 118 bilhões na economia doméstica, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O percentual correspondeu a 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do ano passado e é 16% maior do que o volume “despejado” pelo benefício no exercício anterior (R$ 102 bilhões).
 
O número agrega os trabalhadores em atividade, aposentados, pensionistas e empregados domésticos. As megacifras para este ano ainda não foram calculadas pelas entidades, mas não há dúvidas de que o valor vai aquecer a economia a partir de novembro, quando a primeira parcela da gratificação é paga.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Com dívidas de R$ 65 bilhões, Oi pede recuperação judicial

A maior empresa de telefonia fixa no Brasil perdeu participação no mercado desde a compra da Brasil Telecom, em 2009. É o maior pedido de recuperação judicial já protocolado no Brasil, recorde que pertencia à OGX, de Eike Batista, com dívidas de R$ 11,2 bilhões.

Depois dos “bandidos de toga” de 2010 a 2012...

...Novas denúncias envolvem magistrados do Amazonas, Alagoas e Tocantins. E é mantida, pelo STJ, a preventiva de juiz aposentado de Minas Gerais, que está preso há quase dois anos em Porto Alegre, acusado pela morte da esposa.

Cuidado, o motel pode ser vulnerável a olhares voyeuristas!

Com lançamento nos EUA em julho e no Brasil em setembro, o livro “O voyeur do motel” conta a história – dita real – do dono de um estabelecimento de hospedagem, nos EUA que, durante décadas, espionou os clientes. A narração vai desde os tradicionais relatos de encontros furtivos entre chefes e suas secretárias, até histórias de sexo grupal relatadas em detalhes.