Ir para o conteúdo principal

Terça-feira , 26 de Julho de 2016.

Pânico aéreo durante a madrugada



O voo 964 - que partira às 23h55 desta segunda-feira - da American Airlines para Dallas (EUA) foi abortado e o Boeing 767 teve que voltar para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, no início da madrugada desta terça-feira (3). Segundo passageiros, a aeronave apresentou um defeito numa das turbinas, com chamas, estalidos e cheiro de queimado.

Ninguém da companhia aérea foi encontrado para se manifestar sobre o suposto incidente.
 
Os passageiros desceram no aeroporto ainda assustados com o que tinha acontecido. Alguns deles contaram que a turbina começou a pegar fogo cerca de 20 minutos depois da decolagem. Meia hora após a constatação do fato e em meio a um pânico a bordo, o avião pousou de volta em Guarulhos.
 
O pouso foi normal, embora a aeronave tivesse sido acompanhada, lado a lado, por duas guarnições.
 
Todos os passageiros foram colocados em cinco ônibus e levados para um hotel na Zona Norte de São Paulo. Eles foram orientados a procurar a companhia aérea nesta terça-feira (3) e remarcar o voo. Não há informações sobre o número de passageiros do voo 946 tampouco sobre possíveis feridos.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Hospital Mãe de Deus deve adequar segurança e saúde do trabalho

Notificação feita pelo Ministério Público do Trabalho aponta necessidade de atenção nos setores de nutrição, governança, CTIS adulto e neonatal e na central de materiais esterilizados.  Foram de R$ 8 milhões as perdas do hospital, apenas com o afastamento de trabalhadores por doença, em 2015.

Um crime de baixo risco e alto benefício

 

Um crime de baixo risco e alto benefício

Na tentativa de deixar o Brasil como “um país com menos corrupção”, Ministério Público Federal critica a postura de tartaruga de deputados e senadores, em relação às dez medidas pedidas por mais de 2 milhões de brasileiros, num movimento popular que se tornou clamor nacional.