Ir para o conteúdo principal

Terça -feira ,06 de Dezembro de 2016.

Embargos infringentes em honorários sucumbenciais



A Corte Especial do STJ, ao apreciar o recurso especial repetitivo 1.113.175-DF, decidiu que cabem embargos infringentes quando o acórdão houver reformado, em grau de apelação e por maioria de votos, a sentença de mérito no tocante aos honorários advocatícios.

No entendimento da maioria dos ministros, o art. 530 do CPC condiciona o cabimento dos embargos infringentes à existência de sentença de mérito reformada por acórdão não unânime, e não que o objeto da divergência seja o próprio mérito tratado na sentença reformada.

Desse modo, a lei não restringe o cabimento do recurso apenas à questão de mérito da causa e entendimento contrário criaria restrição não prevista na norma.

Além disso, segundo o STJ, o arbitramento dos honorários não é questão meramente processual, porque tem reflexos imediatos no direito substantivo da parte e de seu advogado. Honorários advocatícios decorrem de pedido expresso ou implícito de uma parte contra o seu oponente, formando um capítulo de mérito da sentença, embora acessório e dependente.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O contraponto do presidente nacional da OAB

Claudio Lamachia repudia as manifestações do presidente da Associação do Ministério Público do RS, Sérgio Harris.  “As declarações dele demonstram imaturidade para exercer cargo de tamanho relevo”.