Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira , 17 de Fevereiro de 2017

Embargos infringentes em honorários sucumbenciais



A Corte Especial do STJ, ao apreciar o recurso especial repetitivo 1.113.175-DF, decidiu que cabem embargos infringentes quando o acórdão houver reformado, em grau de apelação e por maioria de votos, a sentença de mérito no tocante aos honorários advocatícios.

No entendimento da maioria dos ministros, o art. 530 do CPC condiciona o cabimento dos embargos infringentes à existência de sentença de mérito reformada por acórdão não unânime, e não que o objeto da divergência seja o próprio mérito tratado na sentença reformada.

Desse modo, a lei não restringe o cabimento do recurso apenas à questão de mérito da causa e entendimento contrário criaria restrição não prevista na norma.

Além disso, segundo o STJ, o arbitramento dos honorários não é questão meramente processual, porque tem reflexos imediatos no direito substantivo da parte e de seu advogado. Honorários advocatícios decorrem de pedido expresso ou implícito de uma parte contra o seu oponente, formando um capítulo de mérito da sentença, embora acessório e dependente.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

OAB-RS exclui mais dois advogados

Com trânsito em julgado das condenações ético-disciplinares, o modelo de gestão criado pelo grupo OAB Mais – em quatro administrações que estão completando mais de dez anos - já defenestrou 40 pessoas que exerciam a advocacia cometendo ilícitos.

Exclusividade para advogados!

Assessorar clientes endividados com bancos é atividade exclusiva de profissionais da Advocacia, com regular inscrição na OAB. Decisão do TRF-4 – ainda sem trânsito em julgado – determina que duas empresas de nome ´O Negociador´ não divulguem nem pratiquem atos privativos de advogado e de advocacia, direta ou indiretamente, por si e/ou mediante terceiros.