Ir para o conteúdo principal

Edição (antecipada) de sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018.

Aplauso com uma mão só



Arguta observação ambiental do colunista Ancelmo Gois, de O Globo, sobre o movimento contra o projeto do Código Florestal aprovado no Congresso, mas vetado parcialmente por Dilma. O jornalista relata que Camila Pitanga - que quebrou o protocolo ao dirigir à presidenta o apelo "Veta, Dilma" - não se contentou com a decisão do veto de apenas alguns pontos: “O que estava péssimo ficou apenas ruim" - diz a artista. Para Camila, a situação é nebulosa: "Melhoraram o que já estava péssimo, mas o resultado continuou ruim. Veto parcial é como aplauso com uma mão só".

Em tempo: Camila, poucos sabem, integra o conselho consultivo da ONG ambientalista WWF.

O Espaço Vital complementa: o presidente emérito da WWF é o ambientalista Paulo Nogueira Neto; o presidente é Alvaro Antonio Cardoso de Souza, presidente da Gol. Entre os 19 líderes da entidade estão dois gaúchos: o empresário José Pedro Sirotsky (vice-presidente de marketing e arrecadação) e a publicitária Lalá Aranha (conselheira).

O WWF-Brasil trabalha para reduzir o impacto da ação do homem na natureza com objetivo de harmonizar a atividade humana e a conservação da biodiversidade, promovendo o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O “habeas-carrum” pioneiro

Em 2011, no plantão cível da Justiça de Florianópolis, a impetração de um HC para tentar liberar um automóvel que fora “preso”. Autor da proeza foi um estudante de Direito.

Renomeação de precatórios à penhora

Depois de anterior indeferimento, o TJRS acolhe o novo oferecimento dos papéis para garantir o Juízo em execução de R$ 112 mil ajuizada pelo Estado. Seguimento da posição do STJ firmada em recurso especial repetitivo.

Inflação judiciária suprema

Vigência imediata do reajuste de 9,7%  nas custas processuais para recursos e ações originárias no Supremo Tribunal Federal.