Ir para o conteúdo principal

Edição (antecipada) de sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018.

Dois advogados, dois estagiários e uma assistente Jurídica ganharam os livros sorteados pelo Espaço Vital



Destaques
Os advogados Solange Miguelina Picoli da Silva (Porto Alegre/RS) e Carlos Leno Rodrigues Sarmento (Rio de Janeiro/RJ), os estudantes Rafael Gustavo Garcia Massei (Londrina/PR) e Marcelo Machado Júnior (Governador Valadares/MG) e a assistente Jurídica Keynne Nathyele Duarte Bueno (Viamão/RS), ganharam, em sorteio realizado na sexta-feira (08) os cinco exemplares do livro "Direito dos contratos” , escrito pelo advogado Daniel Ustárroz. Basta preencher e remeter o formulário.

Solicita-se aos contemplados que enviem um e-mail para 1234@espacovital.com.br, confirmando seus endereços, para que a remessa seja feita por via postal.

O advogado Araken de Assis, desembargador (pelo quinto constitucional) aposentado do TJRS faz um objetivo comentário do livro:

"A sociedade pós-moderna põe à disposição dos interessados em qualquer assunto um volume tal de informação, nos mais variados segmentos da mídia, que o maior problema consiste em localizar, joeirar e aproveitar esse imenso material.
 
E convém realçar a importância do verbo "joeirar", pois há de tudo, do ótimo ao pior.

Por outro lado, apesar do ceticismo reinante quanto à sobrevivência do meio impresso, nunca se viu, no Brasil e no exterior, número tão expressivo de livros quanto atualmente.

A produção científica na área do Direito é simplesmente copiosa. Também aqui joeirar o que é ótimo do ruim constitui tarefa delicada.

Não tenho a menor dúvida que os trabalhos de Daniel Ustárroz, hoje nome consagrado das letras jurídicas, são de primeira categoria. Localizará o leitor, neste e em outros volumes do renomado autor, informações preciosas para a pesquisa e, principalmente, a atividade profissional.

É com satisfação que li a primeira edição; trata-se, portanto, da minha impressão pessoal acerca dos estudos aqui encartados".


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O “habeas-carrum” pioneiro

Em 2011, no plantão cível da Justiça de Florianópolis, a impetração de um HC para tentar liberar um automóvel que fora “preso”. Autor da proeza foi um estudante de Direito.

Renomeação de precatórios à penhora

Depois de anterior indeferimento, o TJRS acolhe o novo oferecimento dos papéis para garantir o Juízo em execução de R$ 112 mil ajuizada pelo Estado. Seguimento da posição do STJ firmada em recurso especial repetitivo.

Inflação judiciária suprema

Vigência imediata do reajuste de 9,7%  nas custas processuais para recursos e ações originárias no Supremo Tribunal Federal.