Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira , 29 de Julho de 2016.

Notícias curtas



* Suprema verborragia

Circula pelos corredores do STF que - sem contar o relatório - o voto do ministro Joaquim Francisco Barbosa, relator do mensalão, tem cerca de mil páginas.
 
Como são 37 réus, isso daria a média de 28 páginas para cada um. É um exemplo dos excessos da verborragia jurídica brasileira. Ou da prolixidade - como preferem alguns.

Nos anos 1970, o juiz da Suprema Corte dos EUA, William Benann, homenageado no STF, foi saudado pelo ministro Aliomar Baleeiro. Após ouvir o fastidioso discurso, foi a vez de Benann agradecer.
 
"Obrigado pela homenagem!" - foi tudo o que falou, antes de voltar a sentar-se.

* Vinhos e quadros a salvo

O  notório deputado federal Paulo Maluf aceitou pagar a condenação de R$ 50 mil reais na ação popular que envolve a Paulipetro - consórcio delirante formado em seu governo para explorar petróleo em São Paulo. No ano passado saiu a decisão definitiva no STJ.
 
Para conseguir o dinheiro, contudo, foi uma canseira. Primeiro, o Banco Central varreu suas contas, mas encontrou apenas R$ 1 mil. A solução foi a penhora de bens como quadros e a espetacular adega de que o político é dono. Só aí Maluf fez o depósito da condenação, para evitar a alienação judicial dos bens penhorados.
 
* Excelentes vagas
 
O Tribunal de Justiça do Paraná abriu ontem (4) as inscrições para o concurso público de provimento de cargos de assessor jurídico. São 20 vagas com remuneração de R$ 13,7 mil mensais para a cidade de Curitiba.
 
As inscrições podem ser feitas no saite do TJ paranaense com taxa de R$ 130. O prazo vai até 25 de junho.
 
Leia a íntegra do edital.

* As "viúvas" de Ronaldinho Gaúcho

 
De um torcedor flamenguista amargurado: "Três setores da economia brasileira estão preocupados com a saída de Ronaldinho Gaúcho do Rio: as casas noturnas, os grupos de pagode e os fabricantes de gel"...
 
A propósito: rápida pesquisa realizada na semana passada e divulgada pelo Fantástico, no domingo, revelou que a maioria das grandes torcidas brasileiras quer Ronaldinho em seus respectivos times.
 
A rejeição foi mais baixa em Belo Horizonte (MG), para onde irá o ex-craque, depois de se acertar com o Atlético Mineiro, onde deve ficar (será?) até dezembro.

* Defensores públicos a postos
 
O presidente do STF, Ayres Britto, pediu à Defensoria Pública da União a indicação de sete defensores para o julgamento do mensalão. Solicitou também que eles já comecem a estudar o processo, caso tenham de atuar para algum dos réus.
 
A iniciativa visa a evitar que, como estratégia de defesa, réus - especialmente os menos conhecidos - apelem para a alegação de que estão sem advogado. Com isso, poderiam acabar protelando o julgamento.
 
Se eles recorrerem a esse expediente, os defensores públicos estarão lá e poderão ser acionados de imediato. É mais uma medida para evitar o risco de prescrição.

* Depois de Nuremberg

Presidente da Libéria entre 1997 e 2003, o ex-presidente Iiberiano Charles Taylor foi sentenciado a 50 anos de prisão como responsável pela chacina de 200 mil pessoas alvejadas pelo exército de crianças-soldado na vizinha Serra Leoa.
 
É o primeiro ex-chefe de estado considerado culpado pela Justiça internacional desde o Tribunal de Nuremberg.

* Voto antecipado
 
Quem tem confiança no voto do ministro Cezar Peluso pode ficar tranquilo. Se o julgamento do mensalão for além da data da aposentadoria dele (3 de setembro), Peluso pode antecipar o voto.
 
Não há normas escritas sobre isso, mas é tradição na casa.

* Nova formação da 7ª Câmara Cível do TJ gaúcho
 
O Órgão Especial do TJRS aprovou ontem (4) a remoção da desembargadora Sandra Brisolara Medeiros para a 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça. Ela ocupará a vaga cujo titular era o desembargador Vasco Della Giustina, que se aposentou em 16 de maio e que estava convocado ao STJ. Vasco vinha sendo substituído pelo juiz convocado Ricardo Carvalho Fraga.
 
Sandra formou-se em Direito na PUC-RS em dezembro de 1981. Exerceu a Advocacia por dois anos, até tomar posse no cargo de pretora. Assumiu em outubro de 1985, jurisdicionando a 1ª Vara Judicial da comarca de Sapiranga. Promovida a desembargadora, tomou posse em 30/6/2008.
 
A competência da 7ª Câmara Cível é família, sucessões, união estável, Estatuto da Criança e do Adolescente e registro civil das pessoas naturais. Sua composição, além da nova integrante, tem os desembargadores Jorge Luís Dall´Agnol, Sérgio Fernando de Vasconcellos Chaves e Liselena Schifino Robles Ribeiro.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Camera Press

Potins desta sexta-feira

 

Potins desta sexta-feira

* Saiba onde não é crime fotografar ou filmar mulheres por baixo da saia, em lugares públicos * Alegações finais da defesa de Dilma ganham, no protocolo do Senado, o nº 171 * Marisa Letícia Lula da Silva entra com duas ações por dano moral * Pena de 4 a 12 anos a quem propagar interesse na separação da região Sul do restante do Brasil * Política: um meio seguro de ganhar dinheiro sujo * Quase que Dilma afirmou não conhecer João Santana * Os altos decibéis de Ricardo Berzoini * Deputado gaúcho vaticina que as propostas do pacote contra a corrupção vão alterar 29 leis que tratam do tema * O gaúcho Fábio Medina Osório teria falado demais? * O apreciável faturamento dos sindicatos brasileiros.

Potins desta terça-feira

* Tribunal nega pagamento de reprodução assistida por causa da “penúria financeira da saúde do país * Temer autoriza estudos sobre a criação de um regime único de Previdência, com regras uniformes para trabalhadores do setor privado e servidores públicos * Julgadas no país 94 ações sobre o chamado “direito ao esquecimento”, só 27 decisões concordaram com o pedido de apagar, da história, fatos já noticiados * Claudia Cruz: US$ 1 milhão em compras e jantares * Sérgio Moro terá de triplicar o ritmo de trabalho, se quiser cumprir a meta de encerrar, ainda em 2016, os trabalhos da Lava Jato *Hipocrisia igual em dois tempos distintos, com João Santana e Paulo César Farias * Município bancará perda total causada por patrola desgovernada que cortou via preferencial

Potins desta sexta-feira

* E se alguém baixar uma decisão judicial de que a Internet deve ficar bloqueada por um dia, no Brasil, durante as Olimpíadas?... * Interessante precedente para concursados aprovados, que não são chamados a assumir * Impenhorabilidade do único bem de família vale tanto quando o imóvel é usado como residência própria, como nos casos em que é locado para complementar a renda * R$ 2,5 milhões de honorários advocatícios contratuais ao escritório da ex-ministra Erenice Guerra * Banco retém R$ 3,8 milhões da Oi * Funcionária do Walmart ficava retida na ´sala do cofre´, totalmente fechada, sem janelas e com ar condicionado pifado * Sadia é proibida de, em comerciais, imitar os uniforme da seleção brasileira * Condenação de Ratinho é por “más condições de trabalho em fazenda”

Potins desta terça-feira

* Liminar do TJRS suspende aumento de subsídios do prefeito, vice e secretários de Esteio *Cantadas” a mulheres – enquanto trabalham – são “riscos do ofício* Estatística da OAB do Paraná: nunca se delatou tanto no Brasil * Sérgio Moro, às vezes, não consegue nem ir ao banheiro... * Governo da Turquia destituiu 2.745 magistrados * As “lágrimas secas” de Eduardo Cunha, segundo a ´rádio-corredor´ do Conselho Federal da OAB * Juiz que prendeu funcionários da Tam continuará afastado Decisão do TST assegura FGTS para trabalhador comissionado * Rescisão indireta do contrato de trabalho porque empresa não disponibilizava local para amamentação * Procurador da República diz que “o combate à corrupção é uma questão de amor ao próximo”

Potins desta sexta-feira

* Gerdau perde questão bilionária * Ex-governador do Ceará condenado por chamar Temer de “chefe da quadrilha”  * Responsabilidade pessoal dos sócios de empresa gaúcha que ingressou com pedido de recuperação judicial * Já são 14 mil casos de condenações transitadas em julgado de políticos fichas-sujas * Repatriação de ativos: Receita Federal diz que está havendo pressão da advocacia * Janot atribui a Eduardo Cunha a ocorrência de 339 crimes * Um tribunal moral para julgar o impeachment de Dilma Rousseff * Fortes assédios sexuais sobre advogadas inglesas * Aumento para a  magistratura causará impacto de R$ 3,85 bilhões por ano, a partir de 2017, nas contas públicas.

Potins desta terça-feira

Magistrados e ministros poderão realizar palestras, sem revelar o que cobrarão * Quando deixar de ser presidente, Dilma Rousseff vai morar em Porto Alegre * Cristina Kirchner “explica” porque dolarizou suas economias * Advogado bem aquinhoado vai comemorar 50º aniversário na Toscana, Itália * Apertem seus cintos! A Anac vai ajudar empresas aéreas a cortar benesses aos passageiros * José Dirceu, o vip