Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira , 17 de Fevereiro de 2017

Estagiária faz revisão de processos no STF



Beto Barata/O Estado de S.Paulo (reprodução)

Imagem da Matéria

Maria Carolina quer trabalhar, no futuro, como revisora num escritório de Advocacia.

Há seis meses, Marília Carolina Florindo dedica-se a uma tarefa que, à primeira vista, parece espinhosa: fazer a revisão e eventuais correções em textos que poderão lidos no plenário do Supremo. Estudante de Letras na UnB, ela é estagiária no STF.

Indagada pelo jornal O Estado de S. Paulo se já enfrentou alguma “saia justa” por ter achado erros em textos de assessores ou ministros, a estudante de 24 anos mostra ser diplomática. “Eles escrevem superbem”. Segundo Marília, às vezes ocorrem erros no uso de vírgulas ou de digitação.

Formada em Inglês também pela UnB, Marília agora se especializa em francês. Pelo trabalho de revisão das 15h às 19h, ela recebe uma bolsa de R$ 900. Foi selecionada após ter se cadastrado no Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee). Antes de ser contratada, passou por uma entrevista e teve de corrigir um texto.

“Estou gostando do trabalho e, perto do que é pago a outros estagiários, o valor da bolsa é bom”, avalia Marília, que fez escola pública até o 1.º ano do ensino médio. No futuro, quer trabalhar como revisora num escritório de Advocacia ou prestar concurso para atuar como tradutora juramentada.

Segundo Marília, o estágio no STF prova que formados em Letras podem tanto trabalhar em sala de aula como nos gabinetes mais importantes do Judiciário.

Leia a íntegra da notícia na origem

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge do Kacio (kacio.art.br)

   Sogros, genros e agregados...

 

Sogros, genros e agregados...

Jornalista Augusto Nunes revela a “galharia atulhada de interesses". Moreira Franco (ministro de Temer) é sogro de Rodrigo Maia, que por sua vez é filho de César Maia. “Essa frondosa árvore genealógica, plantada há mais de 100 anos, rende frutos altamente lucrativos”...

O machismo que constrangeu Ellen Gracie no Senado

Enquanto Alexandre de Moraes (PMDB-SP) faz o périplo do “beija-mão” para chegar ao Supremo, jornalistas de boa memória recordam os constrangimentos passados por Ellen Gracie, em novembro de 2000. O então senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) – médico de profissão – saudou-a dizendo que “como ginecologista, aprendi a lidar de perto com as mulheres, entendendo muito profundamente a sensibilidade feminina".

Censura judicial sobre os jornais O Globo e Folha de SP

Ação foi movida na sexta-feira pelo subsecretário de assuntos jurídicos da Presidência da República, brecando publicação de matérias sobre extorsão de hacker a Marcela Temer. Liminares foram cumpridas ontem (13).

Em lugar certo e bem sabido!

O deputado gaúcho Edegar Pretto (RS), réu de ação popular - pela tentativa de trazer Evo Morales como hóspede oficial do Estado para receber o “Mérito Farroupilha” – foi citado por edital. Mas pode ser encontrado no gabinete da presidência da AL-RS... Leia o teor do chamamento oficial.