Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira, 03 de Julho de 2015

Estagiária faz revisão de processos no STF


Beto Barata/O Estado de S.Paulo (reprodução)

Imagem da Matéria

Maria Carolina quer trabalhar, no futuro, como revisora num escritório de Advocacia.

Há seis meses, Marília Carolina Florindo dedica-se a uma tarefa que, à primeira vista, parece espinhosa: fazer a revisão e eventuais correções em textos que poderão lidos no plenário do Supremo. Estudante de Letras na UnB, ela é estagiária no STF.

Indagada pelo jornal O Estado de S. Paulo se já enfrentou alguma “saia justa” por ter achado erros em textos de assessores ou ministros, a estudante de 24 anos mostra ser diplomática. “Eles escrevem superbem”. Segundo Marília, às vezes ocorrem erros no uso de vírgulas ou de digitação.

Formada em Inglês também pela UnB, Marília agora se especializa em francês. Pelo trabalho de revisão das 15h às 19h, ela recebe uma bolsa de R$ 900. Foi selecionada após ter se cadastrado no Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee). Antes de ser contratada, passou por uma entrevista e teve de corrigir um texto.

“Estou gostando do trabalho e, perto do que é pago a outros estagiários, o valor da bolsa é bom”, avalia Marília, que fez escola pública até o 1.º ano do ensino médio. No futuro, quer trabalhar como revisora num escritório de Advocacia ou prestar concurso para atuar como tradutora juramentada.

Segundo Marília, o estágio no STF prova que formados em Letras podem tanto trabalhar em sala de aula como nos gabinetes mais importantes do Judiciário.

Leia a íntegra da notícia na origem

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Foto Google Imagens

O estranho habeas corpus a favor de Lula

 

O estranho habeas corpus a favor de Lula

A cobertura jornalística, em todo o Brasil, das investigações da Operação Lava Jato foi afetada ontem (25), pelo que parece ser um factoide, notícia criada com o intuito de atrair a atenção da opinião pública. Senador Ronaldo Caiado (D) conseguiu acesso em primeira mão ao pedido formulado no TRF-4 por um consultor paulista em suposta defesa do ex-presidente (E).

A ´mulher sapiens´ presidencial

 

A ´mulher sapiens´ presidencial

Dilma Rousseff surpreendeu, esta semana, na abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, em Brasília, ao fazer uma saudação especial à mandioca e ao criar uma nova categoria na evolução humana: as ´mulheres sapiens´.  Foram dois momentos verborrágicos.

Câmara Federal

Morreu o “presidente Mombaça”

 

Morreu o “presidente Mombaça

Advogado e ex-deputado federal Antônio Paes de Andrade faleceu aos 88 de idade. Quando 1º secretário da Câmara Federal, num dos impedimentos de José Sarney, convidou parentes, aliados e amigos para voar no avião presidencial até a cidade de Mombaça (CE), onde queria voltar como presidente da República. 

Confiança no Judiciário em queda

O Índice de Percepção do Cumprimento das Leis, mensurado pela FGV Direito SP, concluiu que, entre negros e pardos, a credibilidade é ainda menor, se comparada com as respostas dadas por brancos e amarelos.