Ir para o conteúdo principal

Terça -feira ,06 de Dezembro de 2016.

Cândido Silva Leal Junior é nomeado desembargador do TRF-4



Base de dados EV

Imagem da Matéria

Cândido: o mais jovem da corte

O juiz federal Cândido Alfredo Silva Leal Junior foi nomeado ontem (28) para o cargo de desembargador do TRF da 4ª Região. O decreto assinado pela presidente da República, Dilma Rousseff, foi publicado no Diário Oficial da União.

Ele ocupará a vaga decorrente da aposentadoria da desembargadora federal Silvia Maria Gonçalves Goraieb, ocorrida em dezembro de 2011.

Cândido Alfredo, 42 de idade, é o mais jovem magistrado da corte.  Ele carrega a fama de ser um grande estudioso, não só das letras jurídicas, mas também da Filosofia e da Informática -  essencial para quem opera somente no processo eletrônico. "Na sua cidade natal, Santa Maria (RS), era tido como um dos alunos mais brilhantes do curso pré-vestibular e da universidade local; e ele teve a quem puxar, pois ´Candinho´, seu pai, exerceu a promotoria pública do município com talento" - depõe o jornalista Jomar Martins, correspondente (RS) do saite Consultor Jurídico.

A cerimônia de posse será realizada no dia 22 de junho. O magistrado, que já vem atuando no tribunal como convocado, é natural de Santa Maria (RS) e tem 42 anos. Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Santa Maria em 1992, é especialista em Direito Processual Civil e em Direito Sanitário e mestre em Filosofia.

Ingressou na magistratura federal em setembro de 1993, tendo atuado inicialmente na 18ª Vara Federal de Porto Alegre e depois na 5ª Vara Federal de Porto Alegre, posteriormente transformada em Vara Federal Ambiental, Agrária e Residual da capital gaúcha.

É vice-presidente de Patrimônio e Finanças da Associação dos Juízes Federais do RS.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Veja o vídeo em que presidente da AMP-RS ataca a OAB

Gravação feita durante evento organizado pela Ajuris mostra também a afirmação feita pelo promotor Sérgio Hiane Harris, dizendo que o prefeito eleito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior “votou a favor da corrupção”.

Cresce número de estagiários com mais de 40 anos

Em Mato Grosso, 6.504 pessoas se habilitaram no Poder Judiciário do Estado, sendo 224 acima da casa dos 40 anos; desses, 44 foram aprovados. O índice de candidatos com mais idade cresceu 15% de 2014 para 2015; e 21% em 2016.

Improbidade administrativa de duas estagiárias

Elas iludiam clientes da Caixa Federal, para fazer saques ilícitos em contas-correntes. O STJ definiu que “os estagiários que atuam em órgãos e entidades públicas, ainda que de modo transitório, com ou sem remuneração, podem ser classificados como agentes públicos”.