Ir para o conteúdo principal

Atualização em 22.03.2017, às 16h

Cândido Silva Leal Junior é nomeado desembargador do TRF-4



Base de dados EV

Imagem da Matéria

Cândido: o mais jovem da corte

O juiz federal Cândido Alfredo Silva Leal Junior foi nomeado ontem (28) para o cargo de desembargador do TRF da 4ª Região. O decreto assinado pela presidente da República, Dilma Rousseff, foi publicado no Diário Oficial da União.

Ele ocupará a vaga decorrente da aposentadoria da desembargadora federal Silvia Maria Gonçalves Goraieb, ocorrida em dezembro de 2011.

Cândido Alfredo, 42 de idade, é o mais jovem magistrado da corte.  Ele carrega a fama de ser um grande estudioso, não só das letras jurídicas, mas também da Filosofia e da Informática -  essencial para quem opera somente no processo eletrônico. "Na sua cidade natal, Santa Maria (RS), era tido como um dos alunos mais brilhantes do curso pré-vestibular e da universidade local; e ele teve a quem puxar, pois ´Candinho´, seu pai, exerceu a promotoria pública do município com talento" - depõe o jornalista Jomar Martins, correspondente (RS) do saite Consultor Jurídico.

A cerimônia de posse será realizada no dia 22 de junho. O magistrado, que já vem atuando no tribunal como convocado, é natural de Santa Maria (RS) e tem 42 anos. Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Santa Maria em 1992, é especialista em Direito Processual Civil e em Direito Sanitário e mestre em Filosofia.

Ingressou na magistratura federal em setembro de 1993, tendo atuado inicialmente na 18ª Vara Federal de Porto Alegre e depois na 5ª Vara Federal de Porto Alegre, posteriormente transformada em Vara Federal Ambiental, Agrária e Residual da capital gaúcha.

É vice-presidente de Patrimônio e Finanças da Associação dos Juízes Federais do RS.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Presidente do TRF-4 mantém proibição da campanha sobre a Reforma da Previdência

Decisão refere que “as veiculações publicitárias contestadas na ação civil pública ajuizada por sindicatos gaúchos focam na necessidade de se realizar a reforma, não adentrando especificamente nas profundas mudanças sugeridas aos direitos e deveres dos segurados dos diversos regimes previdenciários existentes”.

Políticos abusados inventam seis “súmulas

Para este 2017, o Congresso Nacional soma um orçamento de R$ 10,2 bilhões. Conforme a ONG Contas Abertas, o total equivale a R$ 28 milhões por dia, mais de um milhão por hora. Entrementes, basta uma noite para que políticos derrubem a operação Lava Jato. Relembre os seis verbetes sobre os golpes que o Congresso prepara contra o eleitor e o contribuinte.

Prefeito gay se casa com parceiro

“Fizemos questão desse momento para dizer a todos que nos amamos. Corrupção é feio, lavagem de dinheiro é feio, mas o amor é muito bonito” - discursou o prefeito (de óculos e barba).

O deputado em lugar bem sabido

Juíza revoga sua própria decisão que determinara a citação por edital de Edegar Pretto, presidente da AL-RS. Ação popular – com jeito de tartaruga - já tem um ano e um mês de existência.