Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira ,23 de Setembro de 2016.

Cândido Silva Leal Junior é nomeado desembargador do TRF-4



Base de dados EV

Imagem da Matéria

Cândido: o mais jovem da corte

O juiz federal Cândido Alfredo Silva Leal Junior foi nomeado ontem (28) para o cargo de desembargador do TRF da 4ª Região. O decreto assinado pela presidente da República, Dilma Rousseff, foi publicado no Diário Oficial da União.

Ele ocupará a vaga decorrente da aposentadoria da desembargadora federal Silvia Maria Gonçalves Goraieb, ocorrida em dezembro de 2011.

Cândido Alfredo, 42 de idade, é o mais jovem magistrado da corte.  Ele carrega a fama de ser um grande estudioso, não só das letras jurídicas, mas também da Filosofia e da Informática -  essencial para quem opera somente no processo eletrônico. "Na sua cidade natal, Santa Maria (RS), era tido como um dos alunos mais brilhantes do curso pré-vestibular e da universidade local; e ele teve a quem puxar, pois ´Candinho´, seu pai, exerceu a promotoria pública do município com talento" - depõe o jornalista Jomar Martins, correspondente (RS) do saite Consultor Jurídico.

A cerimônia de posse será realizada no dia 22 de junho. O magistrado, que já vem atuando no tribunal como convocado, é natural de Santa Maria (RS) e tem 42 anos. Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Santa Maria em 1992, é especialista em Direito Processual Civil e em Direito Sanitário e mestre em Filosofia.

Ingressou na magistratura federal em setembro de 1993, tendo atuado inicialmente na 18ª Vara Federal de Porto Alegre e depois na 5ª Vara Federal de Porto Alegre, posteriormente transformada em Vara Federal Ambiental, Agrária e Residual da capital gaúcha.

É vice-presidente de Patrimônio e Finanças da Associação dos Juízes Federais do RS.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Crítica do TRT-4 a juiz: procedimento "arbitrário e ilegal, abdicando do respeito à lógica formal"

Um registro feito na página de notícias do saite oficial do TRT-4 (RS) há quase quatro anos (exatamente em 10.10.2012) - e reproduzido no mesmo dia pelo Espaço Vital - resume uma crítica a um próprio magistrado trabalhista gaúcho: "há flagrante abuso do poder regulamentar e manifesta ilegalidade, quando o juiz do Trabalho, com base em portaria por ele editada no âmbito da vara, restringe direito de advogado regularmente habilitado de ter seu nome em alvará judicial para o recebimento de valores oriundos de acordo homologado".

Feriado estadual no Rio Grande do Sul

A terça-feira (20) é feriado no Rio Grande do Sul. Evoca a Guerra dos Farrapos, ou Revolução Farroupilha foi como ficou conhecido o movimento de caráter republicano, contra o governo imperial do Brasil, na então província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Resultou na declaração de independência da província como estado republicano, dando origem à República Rio-Grandense. Estendeu-se de 20 de setembro de 1835 a 1º de março de 1845.
Assim, nesta terça-feira, excepcionalmente, o Espaço Vital não circulará. Retornaremos com nossa edição normal na próxima sexta-feira (23).