Ir para o conteúdo principal

Quarta-feira , 03 de Fevereiro de 2016

Diário Oficial publica os nomes de oito novos desembargadores do TRT da 4ª Região



O Diário Oficial da União publicou na sexta-feira (25) a nomeação de 17 novos desembargadores de Tribunais Regionais do Trabalho.  Os nomes pertencem a nove das onze listas de desembargadores de regionais que estavam pendentes de nomeação pela Presidência da República.  
 
Confira os novos desembargadores da 4ª Região (RS)

- Herbert Paulo Beck (Titular da Vara do Trabalho de Farroupilha/RS), para o cargo de juiz do TRT da 4ª Região;

- Rejane Souza Pedra (Titular da 4ª Vara do Trabalho de Novo Hamburgo/RS), para o cargo de juíza do TRT da 4ª Região;

- Francisco Rossal de Araújo (Titular da 16ª Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS), para o cargo de juiz do TRT da 4ª Região;

- Maria Madalena Telesca (Titular da 22ª Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS), para o cargo de juíza do TRT da 4ª Região;

- Maria Helena Lisot (Titular da 10ª Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS), para o cargo de juíza do TRT da 4ª Região;

- George Achutti (Titular da 15ª Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS), para o cargo de juiz do TRT da 4ª Região;

- Íris Lima Moraes (Titular da 1ª Vara do Trabalho de Gramado/RS), para o cargo de juíza do TRT da 4ª Região;

- Marcelo Gonçalves de Oliveira (Titular da Vara do Trabalho de Lagoa Vermelha/RS), para o cargo de juiz do TRT da 4ª Região.

Outras nomeações
 
- Marcello Maciel Mancilha (Titular da 13ª Vara do Trabalho de Vitória/ES), para o cargo de Juiz do TRT da 17ª Região, na vaga decorrente da aposentadoria do Juiz Sérgio Moreira de Oliveira;

- Armando Augusto Pinheiro Pires (Titular da 2ª Vara do Trabalho de São Caetano do Sul/SP), para o cargo de Juiz do TRT da 2ª Região, na vaga decorrente da aposentadoria do Juiz Décio Sebastião Daidone;

- Francisco José Pinheiro Cruz (Procurador do Trabalho da 14ª Região/RO), para o cargo de Juiz Togado do TRT da 14ª Região, na vaga decorrente da aposentadoria do Juiz Heraldo Fróes Ramos;

- Sayonara Grillo Coutinho Leonardo da Silva, para o cargo de Juíza do TRT da 1ª Região/RJ, em vaga destinada a advogado, decorrente do falecimento do Juiz José Maria de Mello Porto;

- Cláudia de Souza Gomes Freire (Titular da 76ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro), para o cargo de Juíza do TRT da 1ª Região, em vaga decorrente do falecimento do Juiz Luiz Carlos Teixeira Bonfim;

- José Eduardo de Resende Chaves Júnior (Titular da 21ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte/MG), para o cargo de Juiz do TRT da 3ª Região, na vaga decorrente da aposentadoria do Juiz Antônio Álvares de Almeida;

- Ana Paula Tauceda Branco, para o cargo de Juíza do TRT da 17ª Região/ES, em vaga destinada a advogado;

- Paulo Canagé de Freitas Andrade (Titular da 12ª Vara do Trabalho de Goiânia/GO), para o cargo de Juiz do TRT da 18ª Região;

- Audaliphal Hildebrando da Silva (Procurador do Trabalho da 11ª Região/AM), para o cargo de Juiz do TRT da 11ª Região.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Cartunista Jota.A

Um ano, três meses e três dias de auxílio-moradia!

 

Um ano, três meses e três dias de auxílio-moradia!

A “rádio-corredor” da OAB-RJ criou, este ano, pertinente potim sobre um dos mais repugnantes penduricalhos que abençoam magistrados, membros do Ministério Público, conselheiros dos tribunais de contas e outros apaniguados. Segundo a entidade “o auxílio-moradia para quem já tem casa é o mesmo que pagá-lo para a tartaruga”. Rememore as principais charges que criticaram a aberração.

Duas mulheres farão parte da nova administração do TJRS

Essa dupla presença feminina é inédita no alto comando, em toda a história da corte estadual gaúcha. Para a presidência foi eleito o favorito: desembargador Luiz Felipe Silveira Difini. Ele venceu por 95 x 39 votos.

Tendência punitivista da magistratura brasileira

Pesquisa realizada pela AMB revelou também que a instituição em que os juízes mais confiam é a Polícia Federal. A OAB está na 10ª posição, numa relação de 14. Os úitimos são o Congresso Nacional e o Governo Federal.

Arte de Camila Adamoli

Uma servidora substitui magistrado no comando da audiência!

 

Uma servidora substitui magistrado no comando da audiência!

Irregularidade foi suscitada pela Defensoria Pública do RS, que juntou as gravações de áudio do ato. O TJ gaúcho cassou a sentença proferida por juiz que se ausentou durante a coleta da prova testemunhal. Corregedoria-Geral da Justiça já está ciente. Com a nulidade, o réu – acusado de homicídio – teve que ser posto em liberdade.