Ir para o conteúdo principal

Terça-feira , 23 de Agosto de 2016.

Daniela Mercury quebra o protocolo ao cantar na posse de Ayres Britto no Supremo



A cantora Daniela Mercury deu o tom informal da cerimônia de posse do ministro Carlos Ayres Britto como presidente do STF, na quinta-feira (19), no edifício sede da corte, em Brasília. Coube à baiana cantar o Hino Nacional.

Vestida com camisa de seda azul brilhante e saia preta justa, cabelos presos num coque, ela leu um trecho de um dos versos de Ayres Britto antes de cantar. No texto, o presidente-poeta se define não como um camaleão, mas como um pirilampo (vaga-lume).

Acostumada a agitar multidões ao som de axé music, a cantora quebrou o protocolo e pediu para que a plateia acompanhasse os versos. “Cantamos juntos"?, conclamou interrogativa.Convidados - entre os quais a presidenta Dilma - e ministros, que não estão acostumados a tamanha informalidade, acompanharam timidamente os versos cantando baixinho.

Nos bastidores do STF, Daniela Mercury foi comparada à cantora Vanusa, que errou os versos do Hino Nacional em um evento (1º Encontro Estadual de Agentes Públicos, 11 de março de 2009, na AL-SP).  O vídeo se tornou um viral na Internet.

No caso da baiana Daniela, não se tratou de um erro. A voz falhou e ela não conseguiu cantar um trecho do Hino Nacional.

Veja as imagens e ouça o som de Daniela Mercury cantando.

O fiasco de Vanusa - Recorde as imagens e o áudio.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Tatuagem não pode eliminar candidatos em concursos públicos

Decisão do STF, em caso com repercussão geral, define que só não serão aceitos desenhos pigmentados na pele se expressarem ideologias terroristas, extremistas, contrárias às instituições democráticas, incitem violência ou incentivem preconceitos.