Ir para o conteúdo principal

Terça-feira , 24 de Maio de 2016.

Sexo a três



Romance forense

Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria


Esta é contada em corredores da Ordem, discorrendo sobre a vida de um homem, chegado às letras jurídicas, 56 de idade, viúvo. Ele é habituê de saídas às sextas-feiras em tentativas de refazer a vida social e arrumar companhia social e sexual.

Num ambiente desses de encontros da terceira idade ele conhece uma mulher - digamos - bonita, bem conservada, um ano mais velha do que ele. Prestem atenção: este detalhe etário é fundamental.

Ela puxa conversa e aparenta ser interessante. As horas avançam, eles libam bom uísque, a conversa avança e chega ao tema sexual...

Mais diálogos e ambos admitem uma relação mais íntima. Fantasiam também... Ela pergunta o que ele acha de uma transa a três.

O cidadão acha o máximo, diz que não tem problema, pensa ter tirado a sorte grande. Vem a sugestão de irem ao apartamento dela.

Atenção! É aí que a coisa começa a ficar perigosa.

Entrando no apê, ela tranca a porta e grita:

- Mãeeee, chegamos!!!...


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

Bruna surfistinha, a estagiária gaúcha

 

Bruna surfistinha, a estagiária gaúcha

Na empresa especializada em “conceder créditos sem que o cliente tenha que sair de casa”, a jovem estagiária tinha – ante a anunciada vocação de ser juíza - a incumbência de examinar os cadastros dos interessados na grana a ser emprestada, e na formalização das garantias. O dono da ´financeira´ também estava de olho nela...

Charge de Gerson Kauer

Casado à noite, mas solteiro à tarde...

 

Casado à noite, mas solteiro à tarde...

O ´Excelentíssimo Senhor Operador Jurídico´ exercia sua bem remunerada profissão com as confortáveis achegas de criticados penduricalhos. Como era possível não ser assíduo ao trabalho, ele eventualmente usava o horário vespertino para praticar o nobre esporte dos leitos.

Charge de Gerson Kauer

O gigolô da campeã de vendas

 

O gigolô da campeã de vendas

A inusitada avaliação pública do diretor, no Brasil, de um grande laboratório multinacional, ao premiar sua melhor vendedora. “Ela só não é perfeita porque se submete aos caprichos do seu namorado, aqui presente, que nada mais é do que um barato e desligado explorador... um rotundo gigolô!”

Charge de Gerson Kauer

Petição de falecimento

 

Petição de falecimento

Para defender seu cliente, erradamente alvo de uma citação com hora certa, o advogado não poupou críticas ao auxílio-moradia dos magistrados e ao poder dos estagiários. Quanto ao efetivo executado, a petição foi candente: “a robustecida alma do pobre devedor, ora se banha na estanhada lisura das águas tépidas do luzente lago, onde o cisne do espírito se nutre naquilo que, comumente, chamamos de eternidade”.

Charge de Gerson Kauer

Escapadinha no motel

 

Escapadinha no motel

Casal sem filhos, o Péricles e a Luiziana viviam bem, no seu casamento de três anos. Mas, um dia, se desavieram; ela saiu de casa e foi morar com a mãe. Era uma separação de fato. Foi então que ela reencontrou um ex-namorado e resolveu recordar profundas intimidades. O desfecho foi no WhatsApp.

Charge de Gerson Kauer

A mulher do padre

 

A mulher do padre

Ela cuidava do religioso e das coisas da igreja desde 1973. Eles frequentavam, juntos, assembleias religiosas, jantares, eventos, aniversários, etc. Em 1994, os dois passaram a morar sob o mesmo teto.