Ir para o conteúdo principal

Atualização em 22.03.2017, às 16h

Sexo a três



Romance forense

Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria


Esta é contada em corredores da Ordem, discorrendo sobre a vida de um homem, chegado às letras jurídicas, 56 de idade, viúvo. Ele é habituê de saídas às sextas-feiras em tentativas de refazer a vida social e arrumar companhia social e sexual.

Num ambiente desses de encontros da terceira idade ele conhece uma mulher - digamos - bonita, bem conservada, um ano mais velha do que ele. Prestem atenção: este detalhe etário é fundamental.

Ela puxa conversa e aparenta ser interessante. As horas avançam, eles libam bom uísque, a conversa avança e chega ao tema sexual...

Mais diálogos e ambos admitem uma relação mais íntima. Fantasiam também... Ela pergunta o que ele acha de uma transa a três.

O cidadão acha o máximo, diz que não tem problema, pensa ter tirado a sorte grande. Vem a sugestão de irem ao apartamento dela.

Atenção! É aí que a coisa começa a ficar perigosa.

Entrando no apê, ela tranca a porta e grita:

- Mãeeee, chegamos!!!...


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

O constrangedor erro do “copia/cola”

 

O constrangedor erro do “copia/cola

O equívoco do advogado que, ao apresentar os memoriais ao tribunal, não se apercebeu que inserira na peça judicial a cópia de uma divagação de cunho sexual, que enviara à namorada: “Minha amada, a estimulação vaginal pode aliviar dores crônicas nas costas, dores nas pernas e de cabeça, bem como enxaquecas”. O desembargador relator ficou espantado!

Charge de Gerson Kauer

Amélia, a mulher de verdade

 

Amélia, a mulher de verdade

Depois de oito anos de um relacionamento íntimo interessante, médico e professora se desavieram financeiramente na hora da separação. Um dos detalhes da prova revela que cabia a ela, sempre, pagar a conta mais cara, quando ambos iam juntos ao supermercado. “Era uma Amélia...” – observou a desembargadora revisora.

Charge de Gerson Kauer

   O pinto da comarca

 

O pinto da comarca

O vigário da cidade, em uma comarca de entrância inicial tinha, como mascote, um pinto chamado Valente. Certo dia, Valente desapareceu, e o religioso imaginou que alguém o havia furtado. No domingo, à hora do sermão, o padre perguntou à comunidade: “Alguém de vocês, aqui, tem um pinto”?...

Charge de Gerson Kauer

O marido, a esposa e o cunhado

 

O marido, a esposa e o cunhado

A chocante surpresa na sala de audiências da Vara de Família, quando a mulher - que estava a se divorciar consensualmente -  revelou ao juiz qual a verdadeira causa do rompimento conjugal. Ela assinou o termo e chorosa, pedindo desculpas, saiu porta afora...

“Papai Noel” visita a sede da OAB

 

“Papai Noel” visita a sede da OAB

Casaco e gorro vermelhos, um advogado se faz passar pelo bom velhinho natalino e vai se queixar, em sua entidade de classe: “A  lista de pedidos feitos, este ano, pelos profissionais da advocacia contém pedidos difíceis de atender e que não são de minha alçada”. O presidente concorda: “Não há saco que aguente”...