Ir para o conteúdo principal

Sexta-feira , 29 de Julho de 2016.

Sexo a três



Romance forense

Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria


Esta é contada em corredores da Ordem, discorrendo sobre a vida de um homem, chegado às letras jurídicas, 56 de idade, viúvo. Ele é habituê de saídas às sextas-feiras em tentativas de refazer a vida social e arrumar companhia social e sexual.

Num ambiente desses de encontros da terceira idade ele conhece uma mulher - digamos - bonita, bem conservada, um ano mais velha do que ele. Prestem atenção: este detalhe etário é fundamental.

Ela puxa conversa e aparenta ser interessante. As horas avançam, eles libam bom uísque, a conversa avança e chega ao tema sexual...

Mais diálogos e ambos admitem uma relação mais íntima. Fantasiam também... Ela pergunta o que ele acha de uma transa a três.

O cidadão acha o máximo, diz que não tem problema, pensa ter tirado a sorte grande. Vem a sugestão de irem ao apartamento dela.

Atenção! É aí que a coisa começa a ficar perigosa.

Entrando no apê, ela tranca a porta e grita:

- Mãeeee, chegamos!!!...


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

Voyeurismo na academia de ginástica

 

Voyeurismo na academia de ginástica

Vidrado em fitness, o homem se exercitava seis vezes por semana. Abandonado pela namorada, pretendeu protestar contra as mulheres – e o fez de forma insólita. Pôs seu celular a gravar imagens no banheiro feminino. Foi flagrado e... 

Charge de Gerson Kauer

Impotência sexual não é risco de vida...

 

Impotência sexual não é risco de vida...

Para o juiz de primeiro grau, a falta de virilidade masculina não dá direito a medicamentos por conta do Estado, ainda mais em tempos de grande crise. Mas para o tribunal, “a prática sexual conjugal é garantia fundamental – e não um direito meramente programático”.

Charge de Gerson Kauer

As muitas caras do Facebook

 

As muitas caras do Facebook

A mulher desconfiava do companheiro, sobretudo pelo tempo que ele passava no computador.  Os dois tinham profissões diferentes e distantes:  ele operador jurídico; ela, dona de uma loja de cosméticos. Durante o dia não se viam; à noite, antes de irem ao leito, ele ficava muito tempo teclando.

Charge de Gerson Kauer

Profissão: “esposa demitida”

 

Profissão: “esposa demitida

A mulher gostava de – nos combates de Eros – às vezes apresentar-se como “a secretária que atendia o patrão”.  Mas ela era, mesmo, convivente do homem de quem – ao separar-se – depois tentou, em juízo, obter indenização trabalhista.