Ir para o conteúdo principal

Terça -feira ,20 de Dezembro de 2016.

Suspenso leilão de imóvel avaliado em R$ 11 milhões



Foi suspenso por liminar concedida pelo TRT-4 o leilão de imóvel da Fundação Ruben Berta, que seria realizado hoje (7). Trata-se de imóvel de 45.000 m2 situado  na Avenida Coronel Marcos, no bairro Pedra Redonda, com frente para o rio Guaíba.

Os fundamentos do mandado de segurança  foram "o excesso de penhora, visto que o bem está avaliado pela Prefeitura, para efeito de IPTU em mais de R$ 11 milhões" e a dívida que está sendo cobrada é inferior R$ 200 mil.

Foi considerado também o argumento que, "tratando-se de fundação, nenhum bem pode ser alienado sem manifestação do Ministério Público Estadual, que ainda não foi ouvido".

A alienação tinha sido determinada pelo juiz Eduardo Duarte Elyseu. A liminar foi concedida pelo desembargador Emilio Papaléo Zin.

A Fundação Ruben Berta, como acionista majoritária da Varig, está respondendo solidariamente pelas obrigações da extinta empresa junto a seus empregados, que a estão demandando em razão não só da cessação de suas atividades como por questões não satisfatoriamente resolvidas ao tempo do contrato de trabalho: horas extras, adicional de periculosidade, equiparações salariais e outras.

O processo de origem (nº 00947-2006-001-04-00-9) é uma ação trabalhista proposta perante a 1ª Vara do Trabalho de Porto Alegrepelo piloto Renan Nicola Sampaio contra a Varig (massa falida) e a Fundação Ruben Berta.
 
O trabalhador, no final das operações da Varig, demandou salários atrasados, parcelas da rescisão do contrato, multa do art. 477 da CLT, atrasados do FGTS e liberação com 40%, reflexos, indenização por dano moral e ainda multa do art. 467 e honorários de assistência judiciária. A sentença acolheu parcialmente a ação e condenou a Varig e a Fundação Ruben Berta solidariamente.
 
A ação foi ajuizada em setembro de 2006, e não houve recurso das demandadas porque tanto a Varig quanto a FRB não disponham de dinheiro para fazer o depósito recursal, embora o reclamante tenha recorrido.
 
Atuam na ação os advogados Gerson Salusse Borges (em nome do reclamante) e José Inácio Fay de Azambuja (em nome das reclamadas).
 
A impetração do mandado de segurança que obteve a suspensão do leilão foi feita pelo advogado Emilio Rothfuchs Neto. (Proc. nº 001289-15.2012.5.04.0000).

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Estímulo à contratação por hora

O governo federal prepara medida provisória que vai atropelar preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho. Anúncio será feito esta semana.

As inovações na jornada de trabalho do empregado doméstico

As respostas a três perguntas importantes. 1) A partir de que data será considerado o registro de jornada do trabalhador doméstico para apuração das horas extras devidas? 2) Quais os critérios para a apuração das horas extras nos períodos anteriores à obrigatoriedade do registro de horário? 3) Como serão apuradas as horas extras do empregado que precisa morar ou dormir na casa do patrão?

Os riscos de prometer emprego via WhatsApp

Trabalhadora teve oferta de emprego e deixou a empresa onde atuava, mas afinal a nova contratação foi frustrada. Ela receberá reparação por dano moral e indenização por danos materiais.