Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

O equilibrista e os trouxas solidários

Contador de causos   |   Publicação em 28.02.12


Nos anos 60, um grupo de artistas alemães - os "Zugspitze Artisten" - encantaram o mundo, inclusive Porto Alegre, caminhando nas alturas, em cima de cabos de aço que ligavam prédios altos.
Na capital gaúcha a travessia ocorreu entre o terraço do Edifício União (na Av. Borges de Medeiros) e o topo do, na época, recém construído prédio da chamada "Prefeitura nova".

Foi um sucesso. Os artistas não cobravam ingresso, mas tinham a garantia financeira do patrocinador, cujo logotipo era desfraldado, nas alturas, no momento "x" do espetáculo.

Revela-se agora - e ao que parece a história original foi contada por Fernando Sabino - um causo parecido que teria acontecido, anos depois, em cidade grande do interior gaúcho.

Um cidadão ali chegou anunciando que, sozinho, no sábado faria uma façanha semelhante aos "Zugspitze Artisten": caminharia sobre um cabo de aço estendido a 15 metros de altura (algo como um prédio de cinco andares) sem qualquer rede de proteção.
 
Distribuiu folhetos, deu entrevistas nas rádios da região. A prefeitura chancelou e cedeu o ginásio local.

- Respeitávelllll públicoooo! – anunciou o homem, já no alto da larga estrutura armada ao lado do cabo de aço onde ocorreria o show. E prosseguiu:
 
- Aqui estou, disposto a andar neste arame, porque é a minha única maneira de ganhar a vida. Estou em situação de necessidade. Tenho mulher e filhos para sustentar. Quero que todos saibam que nunca fiz isso antes. Sei que vou cair de 15 metros de altura e também vou me esborrachar no chão. O valor dos ingressos ficará para a minha viúva e as minhas criancinhas.

A multidão, horrorizada, começou a gritar:

- Não! Não, por amor de Deus!

- Pois se não querem, eu não ando. Querem a devolução do dinheiro, eu dou – acrescentou o herói.

- Não! Não! – repetia o povo.

E o homem, comovido, falou:

- Agradeço esta prova de generosidade e de solidariedade humana desta querida cidade. Aproveito para avisar que amanhã, domingo, haverá  matinê às 4 horas da tarde. Avisem seus amigos e parentes!...
RECEBA O EV
EDITOR EV

Marco Antonio Birnfeld formou-se advogado em 1971, pela PUC-RS. Foi em 1983 o primeiro juiz leigo dos Juizados Especiais de Porto Alegre, na época chamados de Juizados das Pequenas Causas. Atuar ali (graciosamente) significava "prestar relevante serviço público". Em um ano na função, alcançou o expressivo índice de 82% de conciliações.

Em 1º de janeiro de 2014 completou dez anos de exercício no cargo de conselheiro seccional da OAB-RS - mandatos alcançados em quatro eleições sucessivas.

Abandonou a Advocacia contenciosa em 2012, decepcionado com "o crescimento jurisdicional da estagiariocracia". Reside à beira-mar em Itajaí (SC), mas mensalmente está em Porto Alegre, para atender compromissos com a Ordem gaúcha.

Saiba mais
ARQUIVO
banner_indicadores_4.jpg
© Copyright Marco Antonio Birnfeld     |     Desenvolvido por Desize

Av. Praia de Belas, 2266, 8º andar - Cep: 90110-000 - Porto Alegre - RS - Brasil
(51) 32 32 11 00 - 123@espacovital.com.br